O shopping mais verde e charmoso de Fortaleza
 

Palmeira jerivá - Syagrus romanzoffiana

 

Palmeira leque da china – livistona chinensis

  • Livistona chinensis também conhecida no Brasil como Palmeira de Leque ou Falsa Latânia, é uma palmeira natural de regiões do Japão, Taiwan e da China empregada de forma ornamental em jardins.

Ixora-chinesa vermela - Ixora chinensis

 

Pinanga coronata - Pinanga-de-coroa , Pinanga , Pinanga-de-corona.

 

Iuca-gigante – Yucca gigantea

 

Cróton – Codiaeum variegatum

 

Amor-agarradinho – Antigonon leptopus

 

Cheflera – Schefflera arboricola

 

CRINO ANÃO ROXO - CRINUM MENEHUNE

 

Coco – Cocos nucifera

 

Rosa-do-deserto – Adenium obesum

 

BAMBUZA -BAMBUSA GRACILIS

 

Mussaenda-rosa – Mussaenda alicia

 


 


  •  

Tamareira - Phoenix dactylifera

 

Palmeira Ráfia - Raphis Excelsa

 

Costela-de-adão – Monstera deliciosa

 

Coromandel – Asystasia gangetica

 

Bela-emília – Plumbago auriculata

 

Papoula - papaver somniferum

 

Pata-de-elefante – Beaucarnea recurvata

 

Buxinho – Buxus sempervirens

 

Trapoeraba-roxa – Tradescantia pallida purpurea

 

Dracena-de-madagascar – Dracaena marginata

 

Dracena Tricolor - Dracena marginata

 

Dracena-vermelha – Cordyline terminalis

 

Chapéu-de-sol – Terminalia catappa ( àrvore cantanhola)

 

Palmeira-imperial – Roystonea oleracea

 

Coqueiros

 

Árvore Nim Indiano

 

Jambeiro árvore

 

Xanadu – Philodendron xanadu

 

Lança-de-são-jorge – Sansevieria cylindrica

 

Samambaia-americana – Nephrolepis exaltata

 

Clorofito – Chlorophytum comosum

 

Pinheiro-de-buda – Podocarpus macrophyllus

 

Primavera – Bougainvillea glabra ( rosa)

 

Primavera – Bougainvillea glabra ( vermelho)

 

Primavera – Bougainvillea glabra (amarelo)

 

Flor-de-coral – Russelia equisetiformis

 

Guaimbê – Philodendron bipinnatifidum

 

Lambari – Tradescantia zebrina

 

Fênix – Phoenix roebelenii

 

Palmeira-rabo-de-raposa – Wodyetia bifurcata

 

Abacaxi Roxo - Tradescantia spathacea

 

Clúsia – Clusia fluminensis

 Nativa do litoral de São Paulo e Rio de Janeiro, a clúsia pode ter o porte de arbusto ou arvoreta, podendo atingir 6 metros de altura se não for podada. Sua folhagem é bastante ornamental, apresentando folhas rígidas, brilhantes em forma de gota. Ela tem uma característica interessante: é capaz de absorver gás carbônico durante a noite, tendo assim uma fotossíntese mais eficiente e uma grande proteção contra a desidratação. .

Jibóia - Epipremnum aureum

 

Grama esmeralda - Zoysia japonica

 Zoysia japonica é uma espécie de capim perene rastejante, formador de tapete e curto, que cresce tanto pelos rizomas como pelos estolões. É nativo das pastagens costeiras do sudeste da Ásia e da Indonésia.

Palmeira azul - Bismarckia nobilis


Buxinho - Buxus sempervirens


Dionella - Dianella tasmanica `Variegata


Moréia - Dietes bicolor

Herbácea rizomatosa, florífera, ereta, entouceirada, perene, de folhagem ornamental, originária da Africa do Sul, de 50-70 cm de altura, Folhas planas, persistentes e rijas.

Inflorescências eretas, curtas, ramificadas, formadas várias vezes durante o ano, contendo flores amareladas com manchas alaranjadas e marrom-escuras no centro.

Planta excepcional para bordaduras e para grandes maciços isolados, em canteiros enriquecidos com matéria orgânica, de boa drenagem e irrigados periodicamente. É tolerante a baixas temperaturas de inverno, podendo ser cultivada em quase todo país.

Multiplica-se facilmente por divisão da planta tendo o cuidado de manter os rizomas; deve-se renovar o canteiro a cada dois ou três anos.

Zamioculcas – Zamioculcas zamiifolia


Pata de elefante - Beaucarnea recurvata

A pata-de-elefante é uma planta arbustiva, de textura semi-lenhosa e aspecto escultural. Apesar de se assemelhar com as palmeiras, a pata-de-elefante não é uma palmeira verdadeira. Ela é considerada um arbusto ou arvoreta, que pode alcançar cerca de 5 metros de altura quando adulta. Seu tronco é muito ornamental, geralmente único com a base dilatada, para o armazenamento de água. Uma adaptação para sobreviver por longos períodos de estiagem.

Suas folhas são muito belas também, com um aspecto de cabeleira, dispostas em densos tufos nas extremidades dos ramos. Elas são coriáceas, achatadas, longas e recurvadas, com margens ásperas. As flores somente são produzidas nos exemplares mais velhos, já arbóreos. Elas despontam em inflorescências longas e eretas, com numerosas flores pequenas e esbranquiçadas. Ocorrem plantas fêmeas e plantas machos (espécie dióica).

As patas-de-elefante fazem muito sucesso no paisagismo, criando pontos de destaque no jardim. Sua beleza imponente e escultural pode ser valorizada isolada ou em pequenos grupos. Encaixa-se perfeitamente em jardins contemporâneos, de inspiração desértica ou tropicais. Devido ao lento crescimento, também é muito explorada como planta envasada, enquanto é jovem, para decoração de interiores, pátios, sacadas e varandas. É uma planta que praticamente não exige manutenção, mas que alcança altos valores no mercado de plantas ornamentais.

Deve ser cultivada sob sol pleno em solo fértil, bem drenável e irrigado a intervalos bem espaçados, para evitar o apodrecimento das raízes. Quando jovem, pode ser conduzida em ambientes internos, em locais com incidência solar direta (meia sombra). É muito rústica, tolerando o calor e o frio, não suportando apenas o encharcamento. Multiplica-se por estaquia e por sementes produzidas apenas nas plantas fêmeas.


Coqueiro Anão Amarelo – Cocus Nucifera L.

Muitas referências afirmam que o Cocos nucifera é originários da Índia. Há algumas referências, entretanto, que defendem a origem desconhecida desta palmeira. Clima: A planta frutifica apenas em locais de clima quente.

O coqueiro é uma planta perene, uma palmeira de estipe liso que pode atingir até 25 m de altura e 30 a 50 cm de diâmetro. As folhas são largas e compridas. O fruto é uma noz grande com uma semente recoberta por uma casca dura. No interior da casca, encontra-se a amêndoa, que é a parte comestível, com cerca de 1cm de espessura e a cavidade cheia de líquido - a deliciosa água de coco! O período entre a formação do fruto até o amadurecimento é de cerca de 12 meses.

Existem atualmente no mercado vário híbridos da espécie. Segundo informações da Embrapa Tabuleiros Costeiros, a variedade anã (Cocos nucifera ’nana’), em razão da maior precocidade de produção, maior produção de frutos, melhor sabor da água e menor porte é a mais recomendada para exploração comercial de água de coco.

Planta de clima tropical, o coqueiro se concentra em nosso país na zona do litoral nordestino, mas pode ser cultivado em outras regiões distantes do mar. Para o bom desenvolvimento da planta não pode ocorrer falta de água, necessitando cerca de 2000 mm de chuvas bem distribuídas durante o ano.

Estrelítzia – Strelitzia reginae

Herbácea rizomatosa, ereta, acaule, da África do Sul, de 1,2 - 1,5m de altura, de florescimento decorativo. Folhas firmes e coriáceas. Inflorescência terminais, com flores alaranjadas muito duráveis, que se abrem dentro de uma espata em forma de barco, com antera e estigma azuis em forma de flecha. É cultivada a pleno sol, como planta isolada, em renques ou conjuntos, em canteiros com terra rica e umedecida. Muito utilizada como flor de corte

Pleomele – pleomele reflexa “ Variegata”

Arbusto semi-lenhoso, ramificado, ereto, de folhagem ornamental, originário de Madagascar, Índia e Ilha Maurício, de 2-3 m de altura. Folhas coriáceas, verde-escuras, onduladas, laminares, formando uma roseta persistente. Ocorre a forma variegada de folhas com duas faixas creme-amareladas com centro verde e que deve ser mantida a meia-sombra para não retroceder.

Cultivado em vasos, como planta isolada ou em grupos, a meia-sombra ou a pleno sol, em terra fértil, irrigada a intervalos.


Sombrinha Chinesa – Cyperus alternifolius L.

Herbácea rizomatosa, perene, originária de Madagascar, entouceirada, de 0,5-1,1 m de altura, com numerosas hastes eretas, cilíndricas, providas no ápice de uma coroa de folhas verdes brilhantes, lineares e reclinadas.

É muito apropriada para plantio em lugares muito úmidos e brejosos, com margens de tanques e lagos, em grupos, renques ou isoladamente em canteiros providos de matéria orgânica.

Multiplica-se facilmente por divisão de touceira e não raramente formam-se mudas por germinação de sementes.


Cica – cycas circinalis


Palmeira Haway – Veitchia merrilli

As Palmeiras Havaí são escolhidas por sua capacidade de suportar condições abaixo das ideais – tais como sub irrigação ou irrigação acima do desejado além de baixa umidade do ar. Nas áreas externas em jardins tropicais ou subtropicais elas são esplêndidas, produzindo grandes cachos de sementes vermelhas ao longo do ano, semelhantes às bolas de natal.

Excelente planta para ambientes de meia sombra a ensolarados. Não é tolerante ao sol direto durante muitas horas. O ideal é mantê-la protegida do sol em local que ofereça boa iluminação.

Regar somente 2 vezes por semana e adubar uma vez por mês. Recomenda-se ocasionalmente (quando for regada) de um fertilizante líquido.


 
 
 
 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

CONTATO

 
LOJAS
Segunda a Sábado:
das 9h às 21h

Domingos e feriados

RESTAURANTES
Segunda a Domingo
para almoço e jantar
Reservas: 85 3433.1048

Domingos e feriados

085 3433 2300

      ACESSO
Av. Desembargador Moreira, 1011
CEP: 60170-001
Meireles - Fortaleza - Ceará

 

© 2018 - Shopping Jardins Open Mall - Todos os diretos reservados.